Novidades

UPL informa

UPL
4 de dezembro de 2017

O FRAC-Brasil (Fungicide Resistance Action Committee) divulgou um alerta para os sojicultores a respeito do Manejo da Resistência na Soja, replicado abaixo. Fique atento às melhores práticas!

Comunicado FRAC – Ferrugem da Soja
Holambra, 01 de dezembro de 2017
Prezado(a) Sojicultor(a),

Considerando a identificação precoce da ferrugem asiática da soja nesta safra, os atrasos no plantio em função das chuvas e o atual cenário de evolução da redução de sensibilidade desta doença aos grupos químicos de mecanismo de ação específico mais utilizados hoje, o FRAC-BR vem através deste alertá-lo quanto a necessidade de adoção de boas práticas de manejo:

  • Esteja atento ao monitoramento constante das doenças da soja, especialmente a ferrugem, e realize as aplicações em intervalos adequados seguindo as recomendações do fabricantes;
  • Realize a aplicação dos fungicidas de forma preventiva, sempre em associação com fungicidas multissítios;
  • Utilizar sempre misturas comerciais formadas por dois ou mais fungicidas com mecanismos de ação distintos;
  • Rotacione fungicidas com diferentes mecanismos de ação (Triazóis, Estrobilurinas, Carboxamidas, Morfolinas e Multissítios.);
  • Não ultrapasse o número máximo de 2 (duas) aplicações de fungicidas de mecanismo de ação específico no mesmo ciclo de cultivo;
  • Utilize tecnologia de aplicação adequada;
  • Não plante soja “safrinha”;
  • Respeite o vazio sanitário e elimine as plantas voluntárias remanescentes em lavouras e beiras de estrada (guaxas);
  • Procure realizar o plantio na época recomendada, utilizando variedades de ciclo mais curto e se possível, com tolerância genética frente à doença;
  • Realize a rotação de culturas;

Estas recomendações são essenciais para se preservar a manutenção da eficácia dos fungicidas, uma tecnologia indispensável para o cultivo da soja no Brasil.

Uma excelente safra a todos!
Para mais informações consulte www.frac-br.org
Atenciosamente,
FRAC Brasil

Ver mais Novidades >