Novidades

Fascinate e a resistência ao glifosato. Entenda.

UPL
13 de novembro de 2017

Quando você, agricultor, pensa na produtividade de sua lavoura, sabe que precisa assumir riscos e tomar decisões das quais vai se orgulhar no futuro. Sendo o dono do próprio negócio, sabe que famílias dependem dessas decisões e que, das primeiras sementes até o grão colhido, muito esforço será necessário.

Uma das questões em que isso é mais presente é, justamente, no correto manejo da resistência de plantas daninhas. Nós já explicamos o que é manejo da resistência, mas, só para você lembrar, algumas pragas e plantas daninhas vão se adaptando para não sofrer mais os mesmos danos. Ou seja: de tanto serem erradicadas com a mesma substância, elas começam a tolerar aquela molécula que, com o tempo, vai perdendo a eficiência.

Um dos exemplos mais importantes? O glifosato.

Ele ainda é usado largamente em algumas culturas, mas vem perdendo força, pois duas das principais pragas (buva e amargoso) já desenvolveram populações resistentes. Ele ainda é uma boa alternativa para o controle, porém, a resistência das plantas daninhas ao glifosato será um dos fatores que influenciarão o manejo daqui para frente.

No entanto, o produtor já começou a perceber que a eficiência de métodos antigos vem caindo a cada safra. O resultado? Sem os cuidados corretos, a resistência tende a avançar nas lavouras do país. E isso, em um cenário mundial sem previsão de lançamento de novas moléculas de herbicidas no curto e médio prazo.

Complicado? Só se você não conhecer o Fascinate.

Mas calma, a UPL está atenta à evolução do agronegócio do país e sempre pensa em inovação. O tempo todo. Por isso, lançou recentemente o Fascinate, para que você tome a decisão certa e seja reconhecido por isso.

Por que o Fascinate é uma alternativa para o mercado de herbicidas? Porque ele traz o glufosinato como grupo químico principal, sobre o qual não há relatos de resistência. Só isso já é uma grande vantagem, mas tem mais!

Ele funciona muito bem no início das infestações! E outra: é um herbicida de contato e, quando está no solo, não tem nenhuma absorção radicular, portanto, não apresenta efeito carryover sobre a cultura. Se tiver sol intenso e umidade no solo então, o rendimento é excelente. E se for chover, é só utilizar entre 5 e 6 horas antes do pé-d´água para não comprometer a absorção.

Fascinate é a resposta da UPL para você, agricultor, que quer ter o controle das plantas daninhas nas mãos; que quer sentir orgulho da sua produção.

Acesse e conheça o Fascinate!

Ver mais Novidades >